Avante! A página virou

Joelma traz para o rodeio de Tanabi trabalho solo com mistura de romantismo e voltas por cima depois de amores não correspondidos

Depois de vários momentos turbulentos em sua vida pessoal, risco de término de carreira, polêmica com alguns fãs e também demonstrações de carinhos de outros , a cantora Joelma, ex Banda Calypso, está a todo vapor com a divulgação de seu novo trabalho, Avante, o primeiro na carreira solo, com shows por todo Brasil. Na próxima sexta- feira (8) a artista paraense desembarca em Tanabi para o primeiro show na nossa região.
Com um trabalho definido por ela mesmo como um ‘espelho dos seus sentimentos atuais’, Joelma promete emocionar os fãs da música paraense e os que admiram o seu trabalho. Depois do término do relacionamento com Chimbinha, com quem dividia a banda Calypso, a cantora, em entrevista exclusiva à Voz Regional, diz que não abandonou o estilo romântico de suas canções, porém quer mostrar que mesmo decepcionada com os ‘amores’ a vida segue e tudo se resolve.

A Voz: O que o show de Tanabi tem ainda da Banda Calypso e de novidades para esta nova fase de sua carreira?
Joelma: Tentei modernizar ainda mais para agradar o meu público, incluí novos ritmos, agora tem algumas batidas mais pop, novas coreografias. Ah o meu show está todo repaginado para os meus fãs e espero que gostem muito.

O trabalho Avante conquistou boas críticas e alcançou o topo dos EP (Espécie de CDs com poucas músicas, disponível na internet) em poucas horas. Você esperava por isso?
Primeiramente, fiquei muito feliz. Eu conheço os meus fãs e confio demais neles, mas por ser um trabalho novo, fiquei surpresa, mesmo sabendo deste carinho do público a gente não imaginava que o topo seria tão rápido.

Este novo álbum Avante conta muito do seu momento? Letras como A Página Virou e Se Vira Aí são para os seus momentos ou também contam histórias dos fãs?
Este álbum me retrata, é forte, tem personalidade. Muitos fãs me procuram e dizem se identificar com as minhas músicas, além disso, me falam que superaram alguns problemas com minha influência, isto é gratificante demais.

A nossa região têm muitas pessoas que vieram do Norte e Nordeste do Brasil e morando aqui, não podem acompanhar os seus shows de perto. Isto vai ser um fator a mais para o show ser especial?
Com certeza sim, é muito gratificante saber que meu show vai ser uma oportunidade de aproximar as pessoas de sua origem, é uma forma boa de lembrar, vai ser uma saudade que acaricia o coração. Isso é bom demais (risos).

Ao longo da carreira você ganhou destaque, mesmo não tendo muito apoio das gravadoras, televisão, e até mesmo de alguns críticos. O sucesso neste período se deve a linguagem popular nas suas músicas?
Acho que se deve a identificação popular sim. Aos poucos as pessoas foram me acolhendo e eu fui percebendo que desta forma eu me comunicava diretamente com elas e foi assim.

Do seu primeiro show solo em Goiânia até este show que será feito em Tanabi, o que foi mais marcante?
Acho que o reencontro, olhar nos olhos de cada fã, de cada pessoa presente, sorrir, dançar, são momentos que foram fundamentais pra mim que nunca vou me esquecer e que marcaram o meu retorno.

A letra do single Não Teve Amor diz que “Tem coisas na vida que a gente não perde, a gente se livra…” o que a Joelma gostaria de se livrar daqui pra frente?
Gostaria de me livrar da maldade, só isso!

Categorias: Cidades,Geral,Tanabi