Renata Sant’Anna assume pré candidatura em Monte Aprazível

Após vários boatos durante a semana sobre o destino de Renata Sant’Anna (PHS) seu grupo político decidiu que a filha dos ex-prefeitos Wanderley e Thais Sant’Anna disputa as eleições deste ano ao lado do vereador Renato Jubilato (PTB). A pré-candidatura foi confirmada no inicio desta semana, após a empresária negar uma possível negociação com o atual prefeito Mauro Pascoalão e a confirmação de Nelson Montoro (PSD) na chapa com Márcio Miguel (PP).
Em entrevista exclusiva para A Voz Regional, Renata comentou da sua decisão em entrar para a política de Monte Aprazível e o que espera da campanha.

A Voz Regional: O seu vice será Renato Jubilato, o que ele acrescenta a sua candidatura já que ele sempre esteve no seu grupo?
Renata Sant’Anna: O Renato é uma pessoa maravilhosa e que agrega muita coisa para campanha. Ele conseguiu ser o vereador mais votado duas vezes seguidas, tem um trabalho importante com os idosos e também na igreja, e além de tudo uma pessoa jovem com boas idéias, teremos realmente uma dupla com boas ideias

O presidente do seu partido apresentou seu nome como vice do atual prefeito e isso foi dado como certo por ele. O que houve de concreto nisso, você chegou a negociar com o Mauro?
O que houve de fato é que depois que o nome da minha família começou a ser debatido, então sempre houve boatos, não temos nada contra a pessoa de ninguém, mas com ele não houve nada. O que tivemos de fato foi uma negociação com o Montoro, mas não progrediu e cada um é livre para suas escolhas, vivemos numa democracia e a democracia é isto.

Seu pai disse em entrevista exclusiva para Voz Regional que você estava pronta para ocupar qualquer cargo. Como foi esta preparação?
Estou há anos vivendo no meio da política, desde os 13 anos praticamente. Durante o mandato da minha mãe fui chefe de gabinete, fui voluntária durante o último mandato do meu pai e além disso, tenho formação em administração, todo o meu trabalho aliás é de administração de empresas, tomo conta dos negócios da minha família. Me julgo capaz e preparada para o desafio.

Qual será o papel do seu pai na campanha e num possível mandato seu a frente da prefeitura?
Nossa família sempre foi muito unida, ou seja, meu pai vai me apoiar na campanha, ele sempre foi e será meu exemplo. Por outro lado, a minha opinião e o meu pensamento sempre vão prevalecer, eu tenho alguns pensamentos diferentes do dele

O que você considera como seus pontos fortes para esta campanha?
O meu lado de administrar. É algo que gosto e faço praticamente todos os dias é algo que está no sangue praticamente.

A sua campanha como pré-candidata se inicia com o tom de renovação e ao mesmo tempo seu nome é sempre ligado a tradição da família Sant’Anna na política, como será ficar no meio do caminho entre renovação e tradição?
Eu carrego o sobrenome Sant’Anna, que é um nome forte e respeitado na cidade, porém eu e o Renato somos de uma nova geração, que pensa diferente, tem outras idéias, outros pensamentos, então é nesta renovação que estou encaixada e focada.

Wanderley Sant’Anna disse que só entraria na disputa caso faltassem com respeito com a família ou com o nome dele. Caso no meio da campanha isto ocorra, você acredita que ele volta atrás na decisão e concorrerá ao cargo?
O respeito é algo que todo mundo deseja, porém meu pai não volta atrás na decisão e realmente ele não vai disputar. É algo que a nossa família pediu e ele atendeu. Meu pai não estará mais concorrendo, mas teremos um Sant’Anna na disputa, no caso eu (risos)
O nome do seu pai é sempre lembrado e muitas pessoas são contra ele. Você acha que isto pode atrapalhar a sua campanha?
Ninguém consegue agradar todo mundo, eu acredito que realmente tem aquelas pessoas que não gostam dele e também não conseguirei agradar todo mundo, mas eu entrei nesta para mudar esta opinião das pessoas.

Categorias: Cidades,Monte Aprazível,Política