Os preços dos produtos da Páscoa estão mais baratos com a crise

Os supermercados  estão apostando nas vendas de produtos de Páscoa uma vez que os preços esse ano baixaram. O bacalhau, por exemplo, teve queda no preço entre 15% a 20%. O azeite teve queda de 5% e os ovos de chocolate na maioria tiveram seus preços mantidos. “Os que tiveram preços aumentados foi pouco, algo em torno de 5%”, diz Eloiza Dantas Molina, do supermercado SuperEconômico.

Eloisa diz que ficou surpresa com o comportamento dos preços nesta Páscoa. “Eu até me surpreendi, pois os produtos vem numa crescente e de repente tivemos baixa nos preços”, revela.

Em razão dessa queda nos preços ela acredita que as vendas devam se manter semelhantes às da mesma época do ano passado. “O consumo não aumentou até agora, mas a gente vai ter uma noção melhor na Semana Santa, que é quando costuma aumentar a venda de bacalhau, azeite, azeitona e ovos de chocolate, mas a expectativa é de que aumente o consumo porque os preços tiveram baixa”, diz.

Mauro Zanin, do supermercado Aprazível, também percebeu queda no preço do bacalhau e do azeite. Ele diz que “houve uma promoção dos importadores, uma vez que as vendas estavam em queda”.

Ele conta que está apostando em vendas semelhantes as da Páscoa de 2016, tanto que “comprei a mesma quantidade de bacalhau do ano passado”.

Ele diz que os ovos de chocolate tiveram os preços mantidos iguais aos de 2016. “Mas houve uma mudança de mercado. Os fabricantes não produziram ovos grandes esse ano, apostaram em ovos com brinquedos e de tamanhos menores”, encerra.

Categorias: Economia