Sebastianáopolis do Sul terá nova eleição para prefeito em novembro

O ex-prefeito Valdomiro Meneghine que não concorreu em outubro se declara candidato agora

Em sessão plenária realizada ontem, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo marcou para o dia 19 de novembro a nova eleição para prefeito de Sebastianópolis do Sul em razão da cassação da chapa do eleito, o ex-prefeito Antonio Abreu.

Na eleição de 2016, Antonio Abreu concorreu amparado por liminar e venceu a eleição por 1.536. O candidato estava impedido de disputar a eleição, com base na Lei da Ficha Limpa. Com a condenação confirmada, seus votos foram anulados e novas eleições foram marcadas.

O ex-prefeito Nenzinho Meneghine, que terminou o mandato em dezembro do ano passado, não concorreu à reeleição, mas é candidato ao pleito do dia 19.

“Eu tinha desistido de concorrer depois de ser prefeito por três mandatos, achei que era hora de parar, mas agora, na situação em que se encontra o Brasil, com um nível de corrupção nunca visto, eu considerei que tenho ainda muito a contribuir com minha querida Sebastianópolis do Sul pelas administrações que fiz em termo de obras e de transparência e honestidade.”

Ao longo de todos os mandatos em que Nenzinho foi prefeito não houve uma única denúncia do Ministério Público contra seus atos. “Eu posso bater sobre minha conduta. Nunca tive condenação na Justiça, sequer foi formulada qualquer denúncia contra mim e estou na vida pública por 30 anos”, insistiu Nenzinho.

Sebastianópolis do Sul tem 3 mil eleitores e podem votar todos os que se inscreveram até o dia 21 de junho último.

Categorias: Sebastianópolis do Sul