Nelson Avelar assume assessoria de planejamento de Monte Aprazível

Condenado em várias ações judiciais por improbidade, o ex “homem forte” de Wanderley Sant’Anna assume a mesma na gestão de Nelson Montoro

O ex-chefe de gabinete e secretário da administração nos dois últimos governos de Wanderley Sant’Anna, Nelson Avelar volta à prefeitura de Monte Aprazível para exercer o mais importante cargo no governo de Nelson Montoro. Com o prefeito ausente, em viagem para Brasília, Nelson assumiu o posto de assessor de Planejamento na manhã de hoje, quando manteve os primeiros contatos com as chefias dos departamentos para “conhecer melhor a situação.”

E foi rápido no diagnóstico: “Financeiramente, está tudo sobre controle, a situação é boa, faltou mesmo foi planejamento.” E emendou que é talhado para o cargo: “Eu conheço a prefeitura, sei como funcionam os departamentos, os diversos serviços, a minha experiência vai ser muito útil.

Nelson Avelar era o nome de Montoro para o cargo desde a posse, em janeiro, o que não se efetivou dada resistência popular. O cargo ficou vago até agora, juntamente com a chefia de gabinete, administração e finanças, fato que, segundo, Nelson, não deveria ter ocorrido. “O prefeito acabou acumulando todos esses cargos e a agilidade na tomada de decisões ficou prejudicada. Eu acho que a minha entrada no governo vai melhorar os serviços. Não discutimos sobre o preenchimento dos outros cargos, mas eu acho que são caros essenciais e defendo que sejam preenchidos também. Mas, por ora, vou analisar a situação de cada departamento, organizar o que deve ser feito já até o final do ano e deixar tudo planejado para 2018”, adiantou Avelar.

Se em janeiro, quando o prefeito tinha alta popularidade, houve uma forte resistência popular ao nome de Nelson Avelar, agora não será diferente, com o agravante, que surgiram novas condenações contra ele, inclusive de prisão por improbidade administrativa em processos fraudulentos de contratação de serviços e compra de produtos durante a gestão do ex-prefeito Wanderley Sant’Anna, da qual Nelson era responsável pelas licitações.

Nelson reconhece que haverá resistência e que o desgaste político que Montoro está sofrendo por não corresponder com as expectativas do contribuinte venha a se agravar. “Naquele momento (janeiro) não deu certo, e foi um erro, mas agora é necessário, não tem jeito. A minha entrada no governo pode até piorar a questão política, pode haver um desgaste, mas no final benefício será maior”, garante Nelson.

Nelson figura como réu, juntamente com Wanderley, em várias ações, e já condenado em diversas delas, em primeira instância, com a perda de função pública. O novo assessor de Planejamento não vê problema por entender que cumprimento da pena só se dará depois do trânsito em julgados, depois de todos os recursos. Porém, em uma delas, a condenação é de prisão, cuja pena deve ser cumprida já em segunda instância. Aí, Monte Aprazível teria um assessor de Planejamento despachando da cadeia.

Categorias: Monte Aprazível