Charlatã presa em Ibirá nunca trabalhou como médica em Poloni

Prefeitura divulgou nota oficial negando que a falsa médica Kely Queiroz que aplicou golpe em vário município tenha atuado em Poloni

O prefeito Antonio José Passos divulgou nota oficial desmentido notícia divulgada pelo G1 de que Poloni teria sido uma das cidades em que teria atuado a falsa médica Kely Queiroz, presa em Ibirá.

“O portal de notícia G1 cometeu grande equívoco ao incluir Poloni como um dos locais que a falsa médica teria atuado. Tranquilizo a nossa população que, nunca, direta ou indiretamente, a referida tenha atuado na Unidade Básica do Município. Reitero que Poloni tem um dos melhores serviços médicos da região e que a qualificação profissional e regularização funcional de nossos profissionais são rigorosamente observadas”, afirma Antonio José.

A mulher, que atendia usando o nome de uma dermatologista da capital paulista, com o mesmo nome, foi presa em flagrante, em Ibirá, na última terça-feira.

Ela usava o nome de uma médica da capital, que teve documentos e o carimbo roubados em São Paulo no ano passado. A mulher foi presa por exercício irregular da medicina, identidade falsa e comprar de documentos roubados.

Categorias: Poloni