Danilo de Souza critica situação de abandono da Av. Santos Dumont

Para vereador, principal via de acesso da cidade está se deteriorando a cada dia e causa desconforto e má impressão

Danilo de Souza, como cidadão, se diz desconfortável, e como vereador inconformado com a má impressão que causa a visitantes a Avenida Santos Dumont, a única via de acesso à cidade. Ele diz ter percebido a deterioração progressiva do asfalto da vida, que se acentua com as fortes chuvas desse verão, sem que haja um plano imediato com vistas a sua recuperação.  “É previsível que em poucos meses, a avenida vai estar totalmente esburacada, já alertei a prefeitura sobre a questão e não vejo nenhuma movimentação no sentido de se elaborar um plano de ação que evite a degradação total da Via”, reclamou o vereador.

Vereador com bandeira ambiental, Danilo tem observado negligências que não demandam recursos para serem reparadas. “Ontem mesmo, quinta-feira, tinha um bag (saco para transportar uma tonelada de adubo) com uns duzentos quilos de lixo, ao lado de uma pilha de galhos secos, colocado no canteiro central.”

Danilo aponta ainda calçadas, quebradas, intransitáveis e tomadas por mato e até mesmo a inexistência delas em diversos pontos; as podas na Praça das Bandeiras são feitas muito espaçadas no tempo e sem os devidos cuidados estéticos, as bocas de lobo de seu entorno estão entupidas e as calçadas esburacadas.

“O parque infantil na área de lazer das represinhas, com a maioria de seus brinquedos, é um risco para as crianças e o problema foi apontado pelo vereador Márcio Troiano em meados do ano passado e nenhuma providência foi tomada”, protestou Danilo.

Represa

O vereador Danilo identificou o vazamento na barragem da primeira represa do Parque das Águas e alertou a prefeitura. “O problema foi sanado por iniciativa de morador, o cidadão Tuta Galouro, a quem aproveito para parabenizar pela iniciativa, mas a prefeitura deve estar preparada para essas situações e não esperar pela iniciativa particular.”

Por intermédio de Danilo, a prefeitura realizou análise de águas pluvial canalizada abaixo das represas. “A análise comprovou não se tratar de água poluída e espero que a prefeitura execute a segunda parte da minha sugestão que é de jogar essa para as represas, evitando a perda de volume no período da seca”, finalizou o vereador.

Categorias: Monte Aprazível