Poloni corre atrás de recape antes que a fonte seque

A partir de abril, devido ao ano eleitoral, os governos estadual e federal estão impedidos de liberar recursos e aprovar verbas para os municípios. O prefeito de Poloni, Antônio José Passos, tratou de correr para protocolar seus pedidos em tempo hábil para conseguir os últimos recursos disponíveis pelo governo estadual. Os departamentos de obras e jurídico da prefeitura fizeram levantamento dos trechos de ruas da cidade que estão necessitando de recapeamento e elaborar projeto de pedido de verbas.

Antônio José, na companhia dos deputados Davi Zaia, estadual, e Polyana Gama, de seu partido, o PPS, esteve reunido com o vice-governador, Márcio França (PSB), que substituiu o governador, Geraldo Alckmin, que se descompatibiliza do cargo em abril para disputar a presidência. O prefeito conta que foi aconselhado por França a agilizar um projeto específico para recapeamento, por ser de aprovação e liberação mais rápida, para garantir o recurso.

“De forma geral, as ruas da cidade estão conservadas, pois conseguimos fazer recapeamentos no ano passados, mas temos alguns trechos de ruas não muito bons e outros que o pavimento está começando a soltar. Vamos aproveitar essa dica do governador e a disposição dele em ajudar Poloni e conseguir deixar todas as ruas da cidade em excelente estado”, frisou o prefeito.

Antônio José não tinha o levantamento preciso da quantidade de metros a serem recapeados, mas estimou alguns trechos em 10 a 12 ruas.

Categorias: Poloni