A população elege as prioridades dos bairros em Poloni

O prefeito Antonio José Passou (PPS) introduziu na administração de Poloni um mecanismo eficiente e democrático que demonstra resultados positivos para a gestão para os contribuintes. A população começou a participar mais efetivamente na gestão pública, através das ações comunitárias nos bairros da cidade.

O projeto está sendo colocado em prática pela gestora da Ação Social, Rosany Barreto com os demais departamentos da administração. “O trabalho tem de ser em rede, envolvendo todos os setores da administração, o apoio do prefeito, todos os setores tem de estar engajados, pois as aspirações da população são múltiplas e diferem de bairro a bairro”, constata Rosany.

A primeira experiência foi realizada no bairro Ângela Faco Borsato (Pé Vermelho). Segundo a metodologia adotada, foram levantados através de pesquisas os principais problemas do bairro e as prioridades dos moradores. A pesquisa revelou que a principal preocupação dos moradores era com a segurança e drogas.

“A partir desta constatação, as equipes se preparam para uma reunião bem ampla com os moradores. Como o problema a ser abordado era de interesse dele, a participação foi muito boa, eles foram atraído de fato pelo debate e não pelo refrigerante que levamos e isso foi muito positivo.”

A assistente social Vanessa Zucoloto realizou uma palestra sobre drogas, dando aos moradores uma visão geral sobre o assunto e foi feito uma exposição de todo o trabalho que o município realiza na prevenção às drogas e assistência ao usuário. Como medidas práticas, segundo Rosany, a questão das drogas terá um acompanhamento mais efetivo em toda a cidade, o prefeito se comprometeu a melhorar a iluminação do bairro e brevemente trocar a iluminação da quadra coberta do bairro.

Segundo Rosany, a experiência vai ser repetida a cada mês em um bairro diferente.

Para o prefeito Antonio José, a iniciativa será de grande utilidade para as ações da gestão. “Com a prefeitura conhecendo as principais prioridades da população, manifestadas por ela mesma, fica mais fácil agir com mais rapidez, projetar soluções e alocar os recursos. Dando continuidade nesse projeto de participação popular, em breve, vamos mapear as questões que afligem os moradores e buscar as soluções mais adequadas. Tenho certeza que vamos estabelecer uma sintonia muito produtiva entre prefeitura, gestores e a sociedade”, concluiu Antonio José.

Categorias: Poloni