Votação do impeachment de Montoro de amanhã foi cancelada e não tem nova data definida

Desde sexta-feira da semana passada, Câmara tenta sem sucesso notificar o prefeito para a sessão marcada  para esta quinta-feira

 

O vereador Jean Winicios (PSD), presidente da Comissão de Inquérito que investiga possíveis irregularidades praticadas pelo prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, Jean Winicios (PSC) cancelou a sessão de julgamento do impeachment, marcada para amanhã. Segundo Jean, a Câmara tenta notificar o prefeito para que compareça para a defesa desde sexta-feira, sem sucesso.

Como o Regimento da Câmara determina que a sessão deva ser marcada com 24 horas de antecedência, não haveria como realizá-la, já que está marcada para as 8h30 de amanhã. “Vamos continuar tentando localizá-lo, até amanhã (quinta) para dar ciência da nova data, no sábado. Se ele não for encontrado, será notificado por edital no sábado para que se defenda na sessão no domingo ou segunda-feira”, revelou Jean.

Montoro foi acusado pelo empresário e ex-vereador Jorge Mendes por ter contratado Nelson Avelar, para assessor de planejamento, e César Spina, como assessor jurídico. Os dois contratados têm sentença condenatória em segundo que os impede de manter contratos com órgão públicos.

A Comissão Especial de Inquérito, presidida por Jean, e tendo Donaldo Paiola (PSC) como relator e Danilo de Souza (PROS) como membro, com voto contrário de Paiola, decidiu pela culpabilidade do prefeito.

O parecer da comissão pela perda do mandato precisa ser referendado  pelo plenário (voto de todos os vereadores) por maioria de dois terços, ou seis votos.

Categorias: Monte Aprazível