Com outono quentíssimo, o comércio do calor espera faturar alto com venda no verão

O inverno de pouco frio, outono seco e quente prenunciam boas vendas de sortes e ventiladores

 

Comerciantes de ventiladores e aparelhos de ar condicionado esperam aumentar as vendas no verão, tendo em vista a amostra do inverno fraco e outono quente que estamos vivendo. Da mesma expectativa compartilham os proprietários de sorveterias de Monte Aprazível.

Juliana Leite, proprietária da loja Mont Clima, diz que a expectativa para o verão é de que as vendas aumentem, mas ela diz que “este ano as vendas estão fracas. O pessoal está preferindo dar manutenção no que já tem, fazendo a higienização e conserto. Por enquanto as vendas estão paradas”.

Teoricamente, vender  bastante aparelhos de ar condicionado e ventiladores diante de um quadro de energia elétrica na bandeira vermelha e com a população com pouco dinheiro pode ser difícil. A comerciante é enfática ao  dizer que “a bandeira vermelha não atrapalha tanto como a falta de dinheiro do consumidor, porque os aparelhos de ar condicionado novos são econômicos, principalmente os modelos que economizam até 60% de energia, mas o pessoal está sem dinheiro e então acaba procurando ar condicionado usado, o que não é recomendado em razão do consumo de energia”.

Os proprietários de sorveterias têm boa expectativa com as altas temperaturas. Evandro Alves, da Sorveteria do Nego, diz que “esse inverno está meio esquisito, não esfriou nada em agosto e em setembro deu uma esfriadinha. Para nós, que vendemos sorvete, quando esquenta melhora as vendas. Esses últimos dias que esquentaram as vendas aumentaram em cerca de 30% se comparada com os dias de frio. Não posso reclamar desse inverno, porque foi bem quente”.

Evandro diz que só tem duas coisas que atrapalham as vendas de sorvetes, o frio e a chuva. “Não que eu seja contra a chuva, mas ela atrapalha o movimento tanto quanto o frio. Mas agora com a entrada primavera e ao que parece os dias serão bem quentes também começa a correria. As vendas com o calor ultrapassam os 50% algumas vezes aumentam em até 100%, além disso, pretendo incrementar as vendas também com algumas novidades como o Fogo da Malásia, um sorvete especial de coco, mesclado com coco e flocos, nozes e doce de leite”, conta.

Luis Alberto Andreto, da sorveteria Zero Grau, diz que tem boa expectativa em relação as vendas no calor. “Espero que as vendas aumentem em torno de 30% pois mudei a sorveteria para um local mais centralizado, com bastante movimento e coloquei novidades como a cascata de chocolate, que em nenhuma outra sorveteria da cidade tem, além disso minha sorveteria tem outro diferencial, é climatizada com ar condicionado”.

Ele também diz que o frio e a chuva atrapalham as vendas, mas que “esquentou, vende. De quinta-feira da semana passada para cá, quando as temperaturas foram altas, as vendas já aumentaram”, encerra.

Categorias: Geral