Prefeitura de Tanabi investe R$ 700 mil em reforma de escolas e inaugura nova creche

Investimentos de Norair na educação consumiram 34% do orçamento e salário médio de professor é de R$ 4 mil

 

Tanabi é o município da região com a melhor nota do IDEB, o exame de avaliação do Ministério da Educação, com todas as séries, de todas as escolas, superado a meta estabelecida para 2021. Para o prefeito Norair da Silveira (PSB), o êxito do ensino na sala de aula só se sustenta com investimentos na estrutura física dos prédios, suporte pedagógico, cursos de capacitação de pessoal e professores dedicados, motivados e com salários dignos.

A forma

Ontem, o prefeito inaugurou as obras de reforma da Escola José Serafim da Silva, no distrito de Ecatu, que consumiram R$ 498 mil contratados e mais adendos de R$ 30 mil para adequações. Tudo com dinheiro do próprio caixa municipal. A reforma foi total, do piso ao teto, com substituição da rede elétrica e o dinheiro deu também para a reforma completa da quadra de esportes.

Norai da Silveira conta que a cidade não terá Carnaval custeado pela prefeitura. Por menos que se gaste na festa, seu custo ultrapassa os R$ 150 mil, valor que o prefeito optou por investir em pequenas reformas nas escolas Ganot e Tereza Magri, que somarão R$ 55 mil. Outros  R$ 50 mil serão aplicados na alteração da carga elétrica da creche Olímpia Alves para suportar a instalação de arcondicionados que foram comprados  ainda na gestão anterior.

A prefeitura já tem reservados R$ 150 mil para ampla reforma e construção da cobertura da quadra da escola Sérgio Bertoni.

A Secretaria da Educação abriu as matrículas para transferência de crianças de 0 a 5 anos de outras unidades  para a Escola Luíza Versuti Lopes, construída pelo governo do Estado a um custo de R$ 1,6 milhão, com parte do mobiliário e arcondicionados comprados pela prefeitura. A nova unidade tem capacidade para atender 120 alunos dos bairros Machado, Converd, Bom Jesus e Alto da Nova Tanabi,  em período integral, com cinco turmas. Segundo o prefeito Norair, a nova creche é de extrema importância por desafogar outras unidades e atender os novos bairros. “São bairros que estão começando agora, com novas construções de moradias surgindo a todo momento e as famílias que estão se mudando pra lá terão os filhos matriculados perto de casa, evitando a superlotação  das outras unidade. A nova creche elimina totalmente eventual problema de vagas ou de excesso de aluno por sala em toda a cidade”, lembrou prefeito.

Alem de salas pegagógicas e administrativas, a unidade conta com berçário, fraldário, vestiário, banheiros, espaços para brincadeiras e jogos, lavandeira, cozinha e refeitório.

As vagas de cinco professores, cinco monitores, coordenador , diretor e funcões adminsitrativas  serão preenchidas por pessoal do quadro municipal e cinco funcionários da limpeza serão contratados através de empresa terceirizada.

O conteúdo

A educação em Tanabi está no estágio de excelência na avaliação do IDEB, que mede a qualidade do ensino fundamental das escolas públicas. A secretária municipal de educação, Edna Cristal, atribuiu resultados tão positivos ao comprometimento de gestores, coordenadores, diretores, professores, funcionários e do prefeito com o aprendizado do aluno, aliado às  estruturas pedagógicas  e físicas funcionais que estimulam o professorado, alunos e pais.

O prefeito Norair da Silveira aponta a dignidade do salário como estímulo tão importante. O salário médio dos profesores é de R$ 4 mil, e um mestre em início de carreira, sem título de pedagogia, recebe R$ 2.436,00 e mais o cartão assiduidade mensal no valor de R$ 400,00, além do  abono anual de R$ 3..410,00, divididos em oito parcelas, duas delas pagas em dezembro e as restantes entre abril e setembro.

Os investimentos e custeio da educação consumiram em 2018, 34% da receita do município, fechada em pouco mais de R4 72 milhões

Os efeitos das políticas salarial e pedagógica refletem na capacidade de aprendizado dos alunos.  A última nota geral do município no IDEB, foi de 7.7 para uma meta de 7 projetada pelo Ministério da Educação para 2021.

Para a secretária, o desenvolvimento das disciplinas com material apostilado que ajuda na dinâmica da aula e na retenção e estímulo ao aprendizado contribui muito para a excelência do ensino. “É um investimento muito elevado, mas o benefício supera o custo.”  Outro diferencial importante, para Edna, é o investimento feito no professor, que participa de cursos e palestras, onde se atualiza, troca experiência, tem contato com práticas e métodos pedagógicos bem sucedidos e aplica esses novos conhecimentos em sala.

Categorias: Tanabi