Radioestesia usa a energia para o bem

Dilma de Carvalho alega trabalhar mentalização e energização para influenciar eventos naturais e humanos

 

Quando o potencial energético do Cosmo e pessoal são sentidos pela sensibilidade do indivíduo ele pode ser canalizado para o  bem, como encontrar minérios ou poços de água usando varetas e pêndulos.  É o que faz a artista plástica Dilma di Carvalho. Com a energia armazenada em seu corpo e mente Dilma acredita que, através da radioestesia, como é conhecida a prática, ter participado de forma ativa do desempenho satisfatório das meninas brasileiras na Copa de Futebol Feminino, equipe desacredita ants do começo da competição. A radioestesista, ou radiestesia, explica que a prática não é profecia, adivinhação de resultados, mas trabalho de mentalização e energização que possa influenciar eventos naturais e humanos.

A radioestesia, segundo Dilma, indica a sensibilidade às radiações e as radiações energéticas nocivas ou benéficas passam sobre nossos corpos e nos afetam da mesma forma que somos afetados pela radiação do sol, da lua, da terra. “Até os pensamentos criam energias que se irradiam através de nossos corpos”, diz.

Qualquer pessoa, segundo Dilma, pode praticar a radiestesia e não é necessário nenhum dom especial, apenas disciplina e prática constante. O radiestesista convencional, normalmente, observa a movimentação de um pêndulo. Se girar no sentido horário, estará dando uma resposta afirmativa, se girar no sentido anti-horário, será uma resposta negativa. Mas as respostas não se limitam a sim e não. Com o uso de gráficos e tabelas, pode-se chegar a outras respostas.

Dilma explica que a radioestesia funciona na forma de captação da energia cósmica, que é a energia de vida universal que banha o planeta. “Ela penetra no ápice da nossa cabeça, pelo chakra coronário e se distribui por sete chakras”.

De acordo com ela, a radiestesia depende de treinamento e de isolamento, “porque a mistura de muita energia pode fazer a gente errar”. Ela conta que seu trabalho é diferente de fazer previsões. “Eu trabalho com ondas gravitacionais e trabalho dentro da ética, sempre atuando em favor da humanidade”.

Ela menciona alguns exemplo de sucesso desse trabalho de mentalização. “Em 2014 quando a estiagem no Estado de São Paulo foi severa, juntei-me a um grupo de mais três pessoas e passamos a fazer cantinela pela precipitação de chuva. Em fevereiro de 2014 choveu mais que durante todo o ano de 2013”. Ela trabalhou também para a vitória da seleção feminina de futebol e embora a seleção tenha sido desclassificada, Dilma considera o resultado alcançado positivo e acredita que seu trabalho influenciou. “Durante a preparação para a copa a seleção feminina perdeu nove jogos e depois que entrou no mundial, ocasião em que comecei a mentalizar, o desempenho dela superou as expectativas. Elas jogaram contra a França de igual para igual”, argumenta.

Em seus trabalhos, Dilma conta que se desloca mentalmente para junto da pessoa ou local para o qual quer mentalizar e nesse momento faz energizações. “Durante a Copa feminina fiz essas mentalizações antes e durante o jogo”.

A radiestesista reconhece que muitas pessoas ainda são céticas, mas afirma que elas precisam se sensibilizar, pois “as pessoas são responsáveis por aquilo que emanam. É necessário acreditar na força cósmica”, conclui.

Categorias: Geral