Doentes crônicos terão mais qualidade de vida em Nipoã

O departamento de Saúde de Nipoã lançou na última terça-feira, na Câmara, o programa de atendimento específico a grupos de paciente portadores de doenças crônicas. Segundo a coordenadora de saúde do município, Sabrina Bianchi Marquezi, inicialmente, serão trabalhados grupos de diabéticos e hipertensos, para depois expandi-lo para gestantes, obesidade infantil, dores crônicas e outras.

A ideia, segundo Sabrina, é fazer com que  hipertensos e diabéticos, através de informação, acompanhamento, atividades e noções sobre alimentação saudável possam conhecer melhor a doença que tem e prevenir, evitar o agravamento dela e assim poder viverem mais e com mais qualidade de vida.

Pelo programa, os grupos se reúnem, discutem os problemas comuns, participam de palestras de prevenção, de atividades físicas, atividades que servem também para elevar a autoestima e melhorar, além da saúde física, o estado de ânimo psicológico.

Sabrina explicou que já foram tomadas iniciativas para adequar o espaço da fisioterapia que será transferido para outro local para dar início aos trabalhos com o grupo de dores crônicas. “O paciente com dor crônica acaba tendo uma vida limitada e a ideia com o grupo é amenizar a dor e ampliar o rendimento cotidiano e mesmo profissional do paciente para que encare atividades cotidianas normais sem tantas limitações e sofrimento.”

Hoje, no Brasil, é muito sério o quadro de obesidade infantil, problema que o programa também pretende enfrentar em Nipoã, em parceira com o departamento de educação.

Categorias: Nipoã