Sabesp vai recuperar asfalto da Rua Brasil em 30 dias

Prevista para maio, a recuperação do trecho da Rua Brasil, danificado com o rompimento da adutora da Sabesp, em março, a obra deve começar em trinta dias. Segundo o gerente regional da Sabesp, Donizeti Zioli, o atraso se deve a dificuldade da empresa em contratar a obra.

Foram duas as licitações realizadas em que não apareceram empresas para apresentar propostas. Uma terceira licitação foi realizada com sucesso na última terça-feira.

“Agora, assim que o processo burocrático for concluído, em cerca de 30 dias, as obras serão iniciadas”, garantiu Zioli.
O asfalto foi danificado com o rompimento da adutora (a rede primária de fornecimentos) que passa por toda a extensão da rua, desde a Estação de Tratamento, na saída da antiga estada para Neves Paulista.

A adutora foi implantada há cerca de oitenta anos e assumida pela Sabesp, quando passou a operar o serviço de água e esgoto, no final dos anos 70 do século passado.

Com o material deteriorado, somente neste ano foram dois rompimentos. Para evitar novos rompimentos, a empresa desenvolveu um projeto de substituição da rede no trecho em que a carga da pressão é maior. Para evitar os transtornos ao comércio durante as obras, o trecho da rede será desviado da Rua Brasil para a Rua Osvaldo Aranha.

Apesar do projeto já estar pronto, não há data para a contratação da obra.

Categorias: Monte Aprazível