Só pela internet benefícios do INSS demoram ainda mais

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu o atendimento presencial nas agências e o desfecho dos processos dos segurados solicitando benefícios diversos que já vinham demorando muito tempo, passaram atrasar ainda mais, segundo o advogado previdenciário Fabrício Avelar.

“Os processos tem andamento, mas com demora ainda maior do que já vinha anteriormente, sem prazo para resolução dos pedidos. O próprio INSS admitiu na segunda-feira que o sistema está precário e que existe um déficit operacional que só vem se agravando”.

Fabrício explica que idosos e deficientes que reivindicam Benefício de Prestação Continuada, de um salário mínimo, estão recebendo o Auxílio Emergencial, de R$ 600,00, enquanto o processo não é concluído. “O Auxílio não supre as necessidades básicas dos encargos da sobrevivência digna da pessoa. Por outro lado, os benefícios de auxílio doença, que tinham suas perícias designadas dentro da data compreendida na suspensão dos atendimentos presenciais, serão mantidos até a realização de novas perícias”.

As provas de vida também estão suspensas, segundo o advogado, não podendo implicar no corte dos benefícios.
Fabrício não consegue precisar uma data para a normalização da situação. “Teoricamente o INSS deveria reabrir a partir de segunda-feira, mas com a prorrogação desses períodos de quarentena não temos como afirmar quando a situação voltará à normalidade, pois já se imperava o caos no INSS anteriormente à pandemia”, finaliza.

Categorias: Geral